Histórico

Um resgate antropológico da formação do gaúcho

O Parque Gaúcho é o único parque temático do mundo que resgata a formação e evolução do gaúcho, seus usos e costumes. O empreendimento possui uma infraestrutura completa de cultura, gastronomia e lazer. Em área de 120 mil metros quadrados, o parque conta com Memorial do Gaúcho, restaurante temático, arena de shows e domas, programa de resgate de animais crioulos, galpão mirim, um espaço lúdico que ensina tradições gaúchas especialmente para as crianças, horta orgânica, herbário, espaço para exposições de arte gaúcha, mangueira para apresentações da lida campeira e espaço para shows artísticos. Outro atrativo do empreendimento é a Cidade dos Gaúchos, que foi inaugurada em agosto de 2012. O espaço temático interativo apresenta os principais tipos de habitação do interior do pampa no século 18. No total, são 10 mil metros de área coberta.

Na Cidade dos Gaúchos, foram reconstituídas uma tolderia de couro usada como habitação pelos índios pampeanos, uma oca de capim santa fé dos índios guaranis, uma capela de pedra, que representa a presença dos europeus no pampa, a estância cimarrona, feita em torrão com telhado de capim santa fé, o bolicho de campanha e o fogo de chão, onde serão contadas as lendas gaúchas.

O restaurante do parque também promove um resgate inédito da culinária típica gaúcha. Além de servir almoços, o restaurante apresenta a mais nova atração gastronômica do Rio Grande do Sul: o Café Gaúcho. O pão de campo quentinho recém saído do forno à lenha, a linguiça assada na brasa, a manteiga fresca, o doce de leite uruguaio, o mel de flor de laranjeira estão entre as delícias do Café Gaúcho. Para beber, uma variada lista de opções que vão desde o exótico mate cozido até o incomparável café passado na hora, além de chás, leite e sucos diversos.

historicohistoricohistóricohistórico